Jennifer Murray: a mulher que contornou o mundo a bordo de um helicóptero

Se no post anterior contamos a história da francesa Thérèse Peltier, a primeira mulher da história que voou a bordo de uma aeronave, nesta semana vamos contar a experiência de uma personagem ainda mais ousada: Jennifer Murray, a norte-americana que carrega o título de primeira mulher a dar a volta ao mundo a bordo de um helicóptero.

 

 

Sua história no mundo da aviação aconteceu de forma natural e despretensiosa. “Tudo começou quando meu marido (o empresário Simon Murray) comprou um helicóptero, embora nenhum de nós dois fôssemos pilotos”, contou Jennifer em entrevista para o site Pilot-BR. Como não tinha tempo para aprender a voar, seu marido um dia lhe sugeriu que talvez ela pudesse desfrutar melhor da aeronave, e foi aí que começou a fazer aulas de voo e acabou, aos 55 anos, se tornando piloto. “Eu amei voar desde a primeira que o fiz”, relatou na entrevista.

 

 

Nascida na cidade de Providence, em Rhode Island, Estados Unidos, Jennifer Murray propôs um desafio a si mesma quando soube que nenhuma mulher havia contornado o mundo em um helicóptero – e que apenas três homens, sempre a bordo de aeronaves maiores, já tinham realizado tal proeza. Ela começou a voar e a estabelecer recordes, sendo que o primeiro foi em 1997 quando, a bordo de um helicóptero modelo Robinson 44, e ao lado do co-piloto Quentin Smith, ela deu a volta no planeta em 97 dias. Três anos depois, outro recorde: uma nova volta ao mundo, mas, desta vez, sozinha. Essas realizações garantiram a Murray duas menções no Guinness, o livro dos recordes.

 

null
A partir de suas experiências de voo, Jennifer Murray, que é mãe de três filhos e avó de cinco netos, escreveu três livros: “Now Solo: One Woman’s Record-Breaking Flight Around the World” (2002), “Broken Journey: A True Story of Courage and Survival” (2006) e “Polar First” (2008).

Leave a Reply

Your email address will not be published.